Skip to content

7 dicas para você aprender italiano

Aprender italiano pode soar como uma tarefa difícil por se tratar de um idioma que, ao mesmo tempo parece parecido, é tão diferente do português.

Isso acontece porque ambos vieram do latim, mas se adaptaram com o tempo e quotidiano de cada país.

Mas aprender uma nova língua não é um bicho de sete cabeças, é uma tarefa diária que depende de quanto tempo disponível cada um possui para aprender.

Se sente que seu aprendizado é mais lento do que o do outro, não se preocupe! Cada um tem seu próprio ritmo, mas todos aprendem.

1 – Antes de começar a aprender, saiba que:

Para aprender qualquer língua nova, serão necessários alguns hábitos importantes de estudo que vão ajudar a assimilar melhor o novo idioma.

  • Estude sempre em horários agradáveis para seu corpo, ou seja, evite estudar com sono ou com muita fome;
  • Escolha ambientes que possa ficar só e em silêncio para não ter sua atenção dispersa;
  • Não comece pelo mais difícil porque o mais fácil parece bobo. Inicie pelo mais fácil primeiro;
  • Descubra o método de anotações que mais fixa em sua mente. Algumas pessoas aprendem melhor escrevendo à mão, outras lidam melhor gravando áudios para ouvir depois;
  • Não se prive de pausas de 10 minutos, contanto que estas pausas não sejam a cada poucos minutos. Defina um tempo mínimo para concentrar, depois faça uma pausa, depois volte. Estudar por horas seguidas sem pausar pode prejudicar mais do que ajudar;
  • Não consuma conteúdos que te deixe extremamente desconfortável apenas porque é o que tem disponível. Conteúdos sobre temas desconfortáveis pode atrasar ainda mais o aprendizado ou causar o desânimo;
  • Crie o hábito de ter um dicionário do lado, mesmo que virtual.

2 – Aprenda desde o básico

Aprender italiano desde o básico pode ser feito através do aplicativo duolingo.

É um aplicativo interessante porque ele não se preocupa com aulas gramaticais, estilo verb to be que vivemos reaprendendo no ensino médio.

O aplicativo trabalha com aulas visuais, auditivas e escritas, mas de maneira dinâmica através do método de assimilação. Esse método é o que usamos quando ensinamos crianças a aprender a falar.

Por isso, comece estudando pelo básico, mesmo já tendo uma leve noção sobre italiano.

Aqui é importante não se preocupar com o seu lvl no aplicativo, mas avançar quando tem certeza que aquela aula foi entendida e aprendida.

Outra dica para aprender italiano desde o básico, caso não queira fazer por um aplicativo, é pegar para ler livros infantis em italiano com um dicionário do lado.

Os livros infantis são feitos para que as crianças se acostumem com as frases e criem correlação com os cenários de fundo.

Lembra que pular o fácil porque parece bobo pode dificultar as coisas? Então não pule estas etapas. Quando estamos aprendendo um novo idioma, estamos como crianças aprendendo a falar.

3 – Aprenda assistindo Netflix

Netflix pode ser uma excelente ferramenta para aprender italiano

Depois que saiu do escuro completo, comece a consumir conteúdo em italiano.

As séries precisam ser ouvidas em seu áudio original, mesmo quando a dublagem está impecável.

No começo, assista com legenda, mas evite se fixar muito na legenda. O objetivo é saber o que estão dizendo e reconhecer quando ouve a mesma frase, então assista sempre criando o hábito de voltar a cena quando não entende nada do que foi dito.

Depois que algumas palavras já parecerem fáceis de assimilar, então desative a legenda e tente entender o que está sendo dito através das falas e do contexto das cenas. Isso ajuda muito!

Se a legenda é o que te salva, então use as legendas em italiano.

Com o tempo, desapegue delas, mas pode usá-las no começo para ter um começo bem construído.

Para achar séries em italiano (gravadas na Itália ou com idioma original italiano) na Netflix ou Prime Vídeo, basta pesquisar por Filmes Italianos ou Filmes e Séries em italiano dentro da própria plataforma.

4 – Ouça músicas em italiano!

A música é uma excelente aliada para quem gosta de aprender um novo idioma.

Para aprender italiano ouvindo música, escolha cantores no youtube que pelo estilo te agradam, depois ouça muito.

Ouvir pelo youtube é uma prática boa por duas razões: É possível acompanhar os movimentos labiais e ter uma noção de porque sua pronúncia está errada.

Aprender uma música em italiano ajuda a se acostumar com a pronúncia também.

Mas uma cantora em particular vai ajudar muito: Laura Pausine. Ela canta a mesma música em versão portuguesa e italiana, além de seu estilo de cantar usar palavras mais abertas, facilitando compreender a pronúncia.

Se quiser aprofundar ainda mais o seu conhecimento, acompanhe as letras originais para se habituar com a escrita.

5 – Converse com outros estudantes

Estátua de Emmanuel: um ótimo local para aprender e conversar em italiano.

Uma boa dica, mas que poucos usam, é ter com quem conversar em italiano.

Não vale encontrar um estudante de italiano que também fala português e tirar as dúvidas em português, precisam conversar em italiano o tempo todo.

É possível achar essas pessoas em grupos do Facebook mesmo, basta pesquisar por “aprendendo italiano” dentro da rede social. Irá surgir alguns grupos, basta escolher um e começar a participar.

6 – Aprenda italiano lendo em italiano

Fora os livros infantis, que são super práticos para quem está começando, tente ler também outros conteúdos em italiano.

Aprender italiano enquanto lê se tornou mais fácil depois que a Amazon criou o Kindle Unlimited. Com ele, você pode acessar e-books em diversos idiomas e começar a ler.

Só não esqueça da dica de não consumir conteúdo que não te agrada, ok? Pesquise por um e-book que realmente te agrada o tema, assim, a leitura será mais prazerosa e sentirá mais vontade de tentar entender o que está escrito para descobrir como termina.

Outra dica é ler livros em papel mesmo. Algumas livrarias online conseguem importar livros de outros países de forma segura, sem se preocupar com extravio ou taxa da alfândega.

7 – Crie o hábito de praticar todos os dias

Nenhuma dessas dicas serão úteis se você não praticar todos os dias. É por isso que todas elas são focadas em métodos que pode ser feito no dia a dia, mesmo quando precisar trabalhar ou estudar outras coisas.

Portanto, pratique e pratique muito!