Skip to content

3 dicas indispensáveis para não esquecer o que estudou

14 fevereiro, 2019
como não esquecer o que estudou?

O pior pesadelo de um estudante é chegar ao momento de um teste importante e não conseguir se lembrar do conteúdo cobrado.

Mas isso nem sempre ocorre no momento dos testes, muitas vezes na mesma semana que você estudou determinado conteúdo a impressão que você tem é que não memorizou nada. Isso já aconteceu com você?

Quer saber como estudar para o ENEM de forma eficiente? Acesse este artigo e descubra!

Muito provavelmente sua resposta à pergunta anterior é sim, isso acontece porque nem sempre é possível memorizar tudo o que foi estudado. Mas fique calmo, isso é normal.

E de antemão, é possível afirmar que você pode mudar essa situação.

Afinal, como não esquecer o que estudou? Como memorizar o conteúdo estudado? Porque não consigo memorizar o que leio?

Tire todas as suas dúvidas sobre o tema e aprenda a estudar de forma correta com 3 dicas práticas de como não esquecer o que estudou.

Como não esquecer o que estudou: aprenda a memorizar todo o conteúdo!

Dica 1: entenda o conteúdo estudado

Independente da área do conhecimento é muito importante que você entenda integralmente o conteúdo que está estudando. Isso porque entender e decorar são coisas completamente diferentes.

Quando você apenas lê um conteúdo e o decora (mas não entende) ele ficará na sua memória por pouco tempo e de forma fragmentada.

Ao estudar faça diagramas, anotações, dê opiniões e etc. Tudo isso te ajudará a entender de fato e, com isso você não falará mais a temida frase “Porque não consigo memorizar o que leio?”.

Uma dica que pode te ajudar é explicar a si mesmo (ou a outra pessoa) o conteúdo de forma resumida e simples.

Dica 2: faça anotações úteis

Geralmente quando o conteúdo estudado não é compreendido, a tendência é que os resumos sejam maiores e pouco úteis.

Sendo assim, siga a primeira dica e a partir de então faça anotações úteis e que possam ser chamadas de resumos.

Neste artigo, explicamos como fazer um resumo eficiente. Leia e aprenda tudo sobre o assunto.

Ainda assim, mesmo após aprender o conteúdo, com o tempo ele pode ficar confuso em sua mente e é justamente nessa hora que suas anotações irão te ajudar.

Para facilitar, você pode utilizar as seguintes técnicas:

  • Flash cards: consiste na anotação de perguntas e respostas em pequenos cartões, uma boa dica é colocar na ordem cronológica (por exemplo: o que você estudou hoje fica no fim da fila) e fazer destes cartões uma espécie de jogo onde cada dia você tenta responder a uma pergunta;
  • Fichamento: já o fichamento consiste em estruturar o que foi estudado em um resumo estratégico, utilizando fluxogramas e palavras-chaves. A ideia é que só de ver a ficha, o conteúdo seja lembrado com facilidade (leia nosso artigo como fazer um fichamento e aprenda mais sobre o assunto).

Dica 3: revise

A revisão pode ser o principal mecanismo de memorização, pois a memória é algo construído com o tempo.

Dessa forma, a melhor coisa que pode fazer por você e por seus estudos é reservar uma hora da sua semana para fazer revisões do conteúdo estudado (na semana ou no mês).

Mas lembre-se é preciso ter disciplina e periodicidade.

A frequência deve ser determinada por você, teste fazendo uma vez por semana e vá aumentando com o tempo e de acordo com sua necessidade.

Contudo, algumas dicas extras que podem te ajudar a não esquecer o que estudou: treine seu cérebro, alimente-se bem, tenha disciplina e durma bem. O sucesso será o resultado de todo seu esforço!

Quais as suas dicas de como memorizar tudo que estudou?

Como não esquecer o que estudou: como memorizar o conteúdo

E você? Tem alguma dica de estudo bem pessoal? Compartilhe na caixa dos comentários logo abaixo e compartilhe conhecimento com os colegas!