Skip to content

Tudo sobre apicultura

Abelhas e o tudo sobre apicultura

Para os fanáticos (ou os que buscam entender mais sobre essa técnica) este é um guia que busca explicar tudo sobre apicultura e criação de abelhas.

No final do texto, você terá aprendido o seguinte:

  • O que é apicultura?
  • Pra que serve a apicultura?
  • O que é apicultura orgânica?
  • Qual a diferença entre apicultura e meliponicultura?
  • Onde estão os maiores produtores de apicultura do Brasil?
  • Quanto ganha um apicultor?
  • Quais os melhores livros sobre apicultura para entender tudo sobre o assunto?
  • Quais são os equipamentos para apicultura?

Vamos começar?

O que é apicultura?

Para uns ciência, para outros arte. De uma forma ou de outra, a apicultura pode ser conceituada como a prática de gerenciar colônias de abelhas para coletar os produtos advindos dessa criação.

Além de importantes polinizadoras, as abelhas produzem outros produtos, como o mel, a cera, o própolis e até o veneno, que em muitos casos, é aproveitado na industria farmacêutica como um poderoso anti-inflamatório.

Pra que serve a apicultura?

No apiário, o apicultor utiliza roupas e equipamentos para não sofrer acidentes no manuseio das abelhas.
O apicultor e o manuseio das abelhas no apiário

A apicultura serve para utilizar e explorar comercialmente tudo que a abelha pode produzir, o apicultor utiliza seus conhecimentos no ramo para manter o apiário e desse modo aproveitar a produção advinda desta criação.

O que é apicultura orgânica?

A apicultura orgânica ou sustentável, tem como objetivo a criação de abelhas sem a utilização de pesticidas e com o uso de materiais naturais na construção da colmeia, alocando-as em um ambiente com plantação sem a utilização de agrotóxicos (com um raio em média de 3 km).

O objetivo da apicultura orgânica é realizar a criação controlada de abelhas, mas da forma mais natural possível, imitando a natureza e aumentando significativamente a qualidade do mel e relacionados.

Qual a diferença entre apicultura e meliponicultura?

A meliponicultura é a criação de abelhas sem ferrão nativas do Brasil enquanto que a apicultura é a criação de abelhas ditas “africanizadas” ou europeias.

A meliponicultura é uma atividade que há muito tempo vem sendo exercida pelos povos indígenas da América Latina e se caracteriza pela criação abelhas nativas da terra, como a Irapuã, Mombuca e Jataí.

A apicultura, por outro lado, resulta na criação de abelhas introduzidas em território nacional logo após o descobrimento. Dois são os principais tipos, a abelha Apis Mellifera e a abelha africana.

Onde estão os maiores produtores de mel do Brasil?

Potes de mel e a produção no Brasil.
O Brasil é um grande produtor de mel. O orgânico se destaca, sendo um dos mais exportados.

Segundo dados da Pesquisa da Pecuária Municipal de 2018 (PPM) realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil produziu naquele ano, cerca de 42,3 milhões de quilos de mel de abelha.

Esses dados reforçam a importância do setor para o país e a necessidade de investir cada vez mais em mão de obra especializada para a criação de apiários em todos os estados.

A região sul se destaca quando o assunto é produção de mel. Por este motivo os estados do Rio Grande do Sul e Paraná são os dois maiores produtores do país. Também temos o Piauí, representando a região nordeste em terceiro lugar. Em quarto e quinto lugar estão São Paulo de Minas Gerais (dados da PPM-2018).

Quanto ganha um apicultor?

Segundo dados do CAGED, no segundo semestre de 2019, um apicultor ganhou em média R$ 1.288,75. Os valores variam muito de estado para estado sendo possível encontrar valores que chegam a R$ 2.317,45.

Para quem está em busca de uma oportunidade no mercado, essa profissão encontra-se aquecida, devido aumento da exportação, o que representa uma excelente oportunidade de ganhos.

Se o seu interesse é iniciar uma carreira como apicultor ou quer saber como criar abelha, cursos online e livros podem ser excelentes ferramentas para você adquirir conhecimento na área.

Quais os melhores livros sobre apicultura para entender tudo sobre o assunto?

Os livros sempre foram uma excelente fonte de informação e qualificação, por isso, se você tem interesse em se preparar para o mercado de trabalho ou aprender tudo sobre apicultura e sobre o mundo das abelhas, vai encontrar neles muita informação útil.

Vamos listar abaixo, três importantes obras sobre o tema.

Apicultura. Manejo de alta produtividade

Uma obra da editora Agro livros, esse manual reúne informação útil com linguagem simples e de fácil compreensão sobre a criação de abelhas. O livro tem como foco, uma visão empreendedora sobre o assunto e é perfeito para quem deseja transformar mel em dinheiro.

Apicultura. Manejo de Alta Produtividade
  • 96 Pages - 06/01/2018 (Publication Date) - Agrolivros (Publisher)

Abelhas sem ferrão do Brasil

Para quem deseja se dedicar a atividade da meliponicultura, esse livro é indispensável. Trata-se de uma produção da editora EduUsp, com o objetivo de explicar de forma detalhada, o mundo das abelhas sem ferrão, de modo mais específico, o grupo dos meliponíneos.

Essa espécie é responsável pela produção de mel de excelente qualidade, além da polinização na cultura agrícola e pela manutenção da biodiversidade.

Sale
Abelhas sem Ferrão do Brasil
  • 124 Pages - 01/01/2015 (Publication Date) - Edusp (Publisher)

Como começar a Apicultura – compilação de 3 livros

Para quem quer começar a entender e aprender tudo sobre apicultura, este compilado de três livros é o que você procura. Nele, você terá acesso às seguintes obras:

  • Apicultura equilibrada;
  • Como crescer um apiário;
  • Como ter abelhas saudáveis.

O autor foca na apicultura equilibrada, sem o uso de agrotóxicos, com colmeias que dão pouco trabalho e muito rendimento, vale a pena conferir.

Quais as suas dúvidas sobre a criação de abelhas?

Ainda tem dúvidas sobre o tema? A caixa de comentário está a sua disposição.

Deixe suas perguntas, sugestões ou elogios a este artigo e aproveite para aprender mais sobre essa técnica de criação de abelhas.