Como [não] estudar para o Enem: 14 coisas que não devem ser feitas no momento da preparação

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

O Exame Nacional do Ensino médio (ENEM) é um dos principais meios de ingresso em cursos superiores no Brasil.

Essa prova é composta por conteúdos divididos em: Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas tecnologias; Linguagens e códigos; Ciências exatas e Redação.

Apesar desta divisão com nomenclatura diferenciada, todos os conteúdos são relacionados ao conteúdo do ensino médio.

Quer se dar bem na prova de inglês/espanhol do Enem? Leia nosso artigo sobre as 10 ferramentas de idiomas para aprender uma língua de forma inteligente e aprenda dicas valiosas para a prova e para a vida!

Nos últimos anos, a prova do Enem foi modificada e adotada como forma de ingresso em praticamente todas as Universidades do Brasil, a maioria pública.

Já nas faculdades particulares, a prova permite candidatura em programa de incentivo estudantil como o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) e o PROUNI (Programa Universidade para todos).

Como pode ser observado no contexto apresentado, tirar boas notas no ENEM abre diversas oportunidades aos estudantes no Brasil, sendo assim, se torna indispensável estudar para a prova.

Mas afinal como conseguir boas notas no Enem? Você sabe como estudar para o Enem? Como sua rotina pode determinar seu sucesso na prova? O que não deve ser feito?

Saiba a seguir como estudar para o Enem de forma inteligente e o que não fazer para que determinadas atitudes prejudicam seu desempenho.

Entenda como estudar para o Enem e o que NÃO deve ser feito no momento da preparação

Alimentar-se mal

Pode parecer ilusório, mas a alimentação influencia diretamente na produtividade, na concentração e na memorização. Dê preferência para alimentos que contenham vitamina C (energia), ômega 3 (memorização) e ácidos graxos (concentração).

Dormir mal:

Não é nenhuma novidade que uma boa noite de sono é o segredo para um dia produtivo, procure estabelecer um horário fixo para se deitar, evite o uso de celulares e computadores antes de pegar no sono e procure dormir de 7-8 horas por noite.

Deixar a organização de lado:

Se você quer entender como estudar para o Enem, deve saber que já é provado que a organização é uma das principais estratégias das pessoas produtivas, sendo assim, tente ao máximo manter seu ambiente organizado, principalmente nos locais em que você estuda.

Esquecer de organizar uma rotina:

Criar um horário específico dedicado a estudar para o Enem e fazer disso uma rotina é o mais recomendado por profissionais da educação, isso porque a rotina contribui para o processo de memorização e faz com que estudar se torne um hábito;

Não Estabelecer horários para cada disciplina:

Criar um planejamento semanal, dividindo-o de acordo com os conteúdos cobrados no Enem (por exemplo, nas segundas e quintas você se dedicará a estudar Ciências humanas e suas tecnologias, enquanto que na sexta você treinará sua redação) pode ajudar (muito) a estudar para essa prova. Desta forma, você saberá exatamente qual conteúdo estudar e não perderá tempo para tomar essa decisão;

Não evitar distrações:

Ficar olhando o celular o tempo todo para conferir as notificações atrapalha muito os estudos, principalmente porque sua concentração acaba sendo fragmentada. No momento destinado para estudar para o Enem, deixe o celular em outro cômodo e caso for utilizá-lo como ferramenta de estudo, coloque-o no modo avião;

Esquecer de estudar por videoaulas:

Sabe aquela dúvida que você teve ao estudar a matéria? Não deixe que ela fique com você por muito tempo, Aproveite as inúmeras videoaulas disponíveis na internet, procure por canais com professores qualificados e entenda o conteúdo de forma gratuita (mas tenha cuidado para não ver vídeos de outros assuntos no tempo que deveria ser exclusivo dos estudos).

Esquecer de fazer anotações:

Fazer anotações sobre o conteúdo que está estudando, inserindo comentários/opiniões pode ser uma boa estratégia de como estudar para o Enem e que pode te ajudar em momentos que as dúvidas surgirem.

Portanto, faça anotações, aprenda como fazer resumo, mapas mentais e seja um estudante ativo nos estudos.

Esquecer de fazer revisões:

O correto é dedicar um tempo nos finais de semana para relembrar o que você estudou durante a semana, o processo de memorização do conteúdo precisa ser reforçado para que você de fato aprenda;

Não responder provas anteriores:

Assim como os concursos públicos, o Enem segue um padrão de questões e conteúdos, o que não significa dizer que você saberá o que vai cair na prova. Fazer provas anteriores pode te ajudar a se familiarizar com o tipo de questão e com a forma em que determinado conteúdo é cobrado.

Ignorar as disciplinas que mais encontra dificuldades:

Reserve um tempo maior para estudar as disciplinas que você possui maiores dificuldades, estudá-las é fundamental e em hipótese nenhuma você deve deixa-las de lado.

Esquecer os jornais:

Todos os anos o Enem tem trazido temas atuais em suas questões e também como tema de redação. Desta forma, retire um tempo para ler ou ver jornais (com credibilidade) e ao ver alguma notícia tente argumentar sobre ela.

Esquecer de ler livros:

A leitura é um dos principais passos para a melhora da escrita, leia sobre assuntos que te interessem para tornar a leitura mais prazerosa;

Não criar mapas mentais:

Mapa mental é um tipo de diagrama em que você organiza o que estudou de forma fácil e lógica, é uma técnica recomendado por diversos profissionais da educação e pode lhe ajudar muito a estudar para o Enem.

Quais são as suas dicas de preparação para o exame?

 

Como estudar para o enem: dicas de preparação para o exame

Apesar de todas essas dicas, seria errôneo expor uma receita pronta que lhe garanta sucesso no Enem, isso porque, em primeiro lugar você precisa conhecer a forma com que aprende mais e melhor.

E não se esqueça de se dedicar, basicamente a chave do sucesso é a dedicação!

Se você tem alguma dica de como estudar para o Enem, que tal compartilhá-la conosco em nossa caixa de comentários? Desse modo você deixaria esse texto mais rico e ajudaria outras pessoas também.

Como [não] estudar para o Enem: 14 coisas que não devem ser feitas no momento da preparação
5 (100%) 1 vote

Tem dúvidas, sugestões, ou quer compartilhar algo? Deixe um comentário.